Conferência de imprensa - Lançamento dos encontros PNAID 2021

Imprensa > Conferência de imprensa - Lançamento dos encontros PNAID 2021 5/07/2021

Temos o prazer de convidar o V. Órgão de Comunicação Social para a Conferência de Imprensa de Lançamento dos “Encontros PNAID 2021”, que se realiza no dia 7 de julho, pelas 11H30, no Hotel SDivine, em Fátima.

Os Encontros PNAID, que dão continuidade aos Encontros de Investidores da Diáspora, realizados desde 2016, são uma iniciativa conjunta da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas e da Secretaria de Estado da Valorização do Interior. Em 2021 os Encontros PNAID vão decorrer em Fátima, nos dias 9 a 11 de dezembro, coorganizados pela Câmara Municipal de Ourém e pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo em parceria com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro.

O Programa Nacional de Apoio ao Investimento da Diáspora (PNAID) é uma iniciativa governamental de valorização das comunidades portuguesas que promove o investimento da diáspora, em especial no interior do país, bem como as exportações e a internacionalização das empresas nacionais através da diáspora.

A Conferência de Imprensa conta com a presença de:
• Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes
• Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira
• Vogal Executivo do Centro 2020, Jorge Brandão
• Presidente da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, Anabela Freitas
• Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Albuquerque

De forma a acautelar as recomendações de distanciamento social, a presença na conferência será limitada a um número restrito de meios/jornalistas, pelo que solicitamos indicação de presença, até às 9H30 do dia 7 de julho, para: Graça Teófilo | graca.teofilo@gci.pt | M.: +351 938 391 675

Conferência de Imprensa de Lançamento dos “Encontros PNAID 2021”
Dia: 7 de julho
Hora: 11H30
Local: Hotel SDivine, sala Tílias
Morada: Rotunda dos Peregrinos, 101 – Fátima

Summer School para Lusodescendentes →

Encontros PNAID 2021: Uma oportunidade única →